terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Conheça o Software Público: livro sobre o SPB é lançado durante o CONSEGI 2012‏



Brasília, 6/12/2012 - A publicação “Software Público Brasileiro: Perspectiva Sistêmica” foi lançada pelo Ministério do Planejamento (MP) na tarde da última quarta-feira (5), durante a abertura do V Congresso Internacional de Software Livre e Governo Eletrônico (Consegi 2012). Um dos objetivos do livro é apontar os resultados desta política pública praticada há cinco anos pelo governo federal.

O secretário de logística e tecnologia da informação, Delfino Natal de Souza, explica que a publicação foi criada e editada pelo Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer (CTI) e faz um relato da criação do modelo Software Público Brasileiro (SPB). “O livreto explica o porquê do SPB poder ser visto como um ecossistema digital e também nos ajuda a entender o fenômeno desta política feita em prol da modernização da gestão pública”, disse.

Outro objetivo da publicação é apresentar uma ferramenta metodológica para abordar as questões de natureza sistêmica da política. O resultado demonstra como o SPB pode ser replicado em contextos similares.

No livro, podemos destacar também o processo de aplicação do método sistêmico no ambiente SPB. São descritos os principais resultados da aplicação desse método ao modelo SPB, especificamente o modelo de maturidade, o ambiente 5CQualiBR e as potencialidades da utilização de soluções públicas para a sociedade.

Qualquer cidadão pode baixar o documento em formato eletrônico através da sessão “Artigos” do Portal do Software Público Brasileiro [www.softwarepublico.gov.br] ou pelo endereço direto: [http://www.softwarepublico.gov.br/spb/download/file/Perspectiva_Sistemica].


URUGUAI

Durante a cerimônia de abertura, o Uruguai, país homenageado no Consegi 2012, anunciou a criação de um portal de software público inspirado na experiência brasileira. O SPB foi criado em abril de 2007 para compartilhar programas de computador de interesse público. As soluções disponíveis não possuem licenças que restrinjam seu uso ou o conhecimento pleno de seu funcionamento. O portal conta atualmente com 63 aplicações e mais de 150.000 usuários. 

Fonte: http://www.softwarepublico.gov.br/

domingo, 16 de dezembro de 2012

Survival Crisis Z


Estamos em uma era em que a zumbilândia vem à tona, muitos filmes, livros e jogos com a temática Zumbi. Claro que devemos todo louvor aos primeiros jogos nesse estilo, como Resident Evil; Area 51 (jogo de fliperama de tiro) e House of Death, hoje estamos cercados de novos jogos como Left 4 Dead, Dead Island, Day Z, War Z, City of Dead e os zumbis foram parar até no espaço em Dead Space. Mas estou aqui para apresentar um jogo que me surpreendeu muito mais que qualquer outro, e até hoje não vi nada comparado: 
Survival Crisis Z!
Se trata sim de um jogo com o gráfico fraco, que pode ser jogado online ou offline. Esse jogo é a prova que gráfico não determina se um jogo é realmente bom, ele é tão perfeito que supera muito os outros jogos com sua criatividade, complexabilidade e principalmente, tem um enredo de tirar o folego!

Jogabilidade
Vai lembrar um pouco a jogabilidade de Resident Evil, mas com a diferença que a visão é superior, de cima, a variedade de armas é grande, e a forma como você acerta um zumbi ou ser vivo, irá ter diferentes efeitos, como usar um lança chamas e ver um corpo andando em chamas. O jogo também é muito divertido, pode ser tenso em algumas horas principalmente quando a música muda e uma horda de zumbis vem de todos os lados correndo, e correndo muito!

Enredo
É uma cidade infestada de zumbis como todos os jogos do gênero, e dai? O lance é que você começa como uma pessoa neutra, e o mapa é dividido em facções, dentre elas os policiais. Conforme suas ações no decorrer do jogo, você poderá permanecer neutro ou irá tender a um dos lados, claro que se você começar com a profissão de policial será já amistoso aos policiais e inimigo dos bandidos. Mais uma vez os humanos se mostram tão ou mais perigosos que os mortos! Você ainda pode pegar missões com esses camaradas, terá que explodir prédio de facções rivais, buscar um determinado item, ou torturar o chefe local, e essa é uma das partes mais divertidas do jogo, onde você vê que a fita Silver tape realmente resolve tudo!



Como se não bastasse, você também pode tomar regiões para si, e montar sua própria facção.
Paralelamente você pode seguir a história principal do jogo e descobrir o que deu origem ao apocalipse zumbi, e acreditem, perto do fim é de dar medo, porque a explicação não é um mero vírus, é realmente bem bizarro, assustador e inesperado.

Quem produziu esse jogo?
É produzido pela Ska Studios, uma produtora independente fundada por James Silva em 2001. Uma produtora de jogos indie, utilizam e abusam de gráficos cartoon com extrema violência e sadismo, como poderão ver nesse jogo.

Se ficarem um pouco curiosos é só baixar de graça, melhor de tudo que não é crime, a Ska Stúdios agradece.
http://www.baixaki.com.br/download/survival-crisis-z.htm